tadeu_fogo2

Pra que tudo isso?

Escrevo o tempo todo, mas depois deleto

quase tudo. Não tenho pena de mim mesmo.

Às vezes, acho certo eu fazer torresmo

com minha própria pele, tipo “fique quieto!”.

.

Mas nem sempre se come o prato predileto.

Os versos são áreas sem dono, soltas no ar, a esmo,

quando menos se espera, uma forma um sesmo

único, novo, parte de um grupo seleto.

.

Só assim me vejo e reconheço por inteiro.

O poema que sou, então, toma sua forma

final e em cada verso, expresso, por primeiro,

.

vem todo o sentimento que, livre de norma,

regra ou lei, anuncia a vida em outra versão:

viva emoção de coração pra coração!

.

Antonio Thadeu Wojciechowski

.

Anúncios

~ por polacodabarreirinha em 05/05/2009.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: