marcos3

.

.

não posso dormir em casa

.

dormi na praça generoso marques

um pivete tentou me assaltar

acordei quando ele pegava as chaves

e correndo vinha o garçom do bar

.

o pivete fugiu atravessando a praça

e eu corri para a cabine telefônica

o garçom chegou intimando: “dessa não passa”

vai ter que acertar o gin-tônica

.

me segurou pelo braço e foi me levando

para o bar onde dei o cavalo-louco

na porta tinha um bigodudo esperando

eu pensei: que ele dê logo esse soco

.

“de você não quero nada, garoto

só o que é meu e não apareça mais

vir todo dia aqui e sair torto

tudo bem, mas sem pagar, jamais”

.

paguei e voltei pra Generoso

olhei – nenhum pivete pelo flanco

deitei e dormi com a mão no bolso

na estátua do Barão do Rio Branco

.

Marcos Prado

.

.

Anúncios

~ por polacodabarreirinha em 09/06/2009.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: