CAVEIRA

.

o poeta não mora mais aqui

estou aqui, pé ante pé,
diante da janela aberta
escrever é um ato de fé
se você faz a coisa certa

não espere uma receita
nem mesmo um conselho
tudo que um poema aceita
sai da cartola como um coelho

digamos que eu lhe diga
“o poeta é um deus torto
sua pobre alma mendiga
migalhas do próprio corpo”

quem sabe você risse de morrer
ou talvez chorasse de emoção
mas sempre é prazer de escrever
com as palavras que tenho à mão

mais que isso não devo dizer
mas pode ser que, em meu nome,
um sentido maior, sem querer,
sacie totalmente a sua fome


Thadeu W

.

.

Anúncios

~ por polacodabarreirinha em 19/09/2009.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: