joe_sorren_silencio

.

eu devia saber

eu devia saber
o sol ia estar por cima da carne seca
e nada seria diferente
do que teria que ser

a minha alma vesga
indecente
não se contentaria com menos
eu devia saber

não foi a primeira vez
os detalhes, sim, os pequenos
subestimei-os talvez
pode ser, quem sabe?

eu devia saber
ela chegou falando a verdade
o importante é ser; não, ter
mas eu andava meio surdo

dela – aquilo era tudo pra mim
dela – a causa do meu surto
dela – a raiz ruim do jasmim
dela – esse ela e eu

carne, nervo, músculo, esperma
e o silêncio que veio viu e venceu
ficamos assim à espera
deitados, que em pé cansa

muitas luas depois
ainda havia dança
eu e ela, não os dois
eu devia saber

tentou me fazer compreender
que desse jeito não podia ser
mas era tarde demais para ver
o melhor de mim ainda ia nascer


Antonio Thadeu Wojciechowski

.

.

Anúncios

~ por polacodabarreirinha em 19/09/2009.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: