.

.

Lua

ó lua, ó, lua/nunca te vi mais bela/

linda assim/ você parece ela

.

.
Tão longe, Tão perto
.

A Win Wenders

.

.

.

Vista assim da Terra mais parece o céu esparramado no chão. A Lua lá longe só perturba. Manda nas marés. Cresce ou cai cabelos. Uiva os cachorros. Dá pêlo em lobisomens. À noite, cheia de si, dobra as doses de barbitúricos pelos hospícios. Arrasta redes de peixes às mancheias. Em tudo ela mete a sua colher prateada, desde o signo da gente até aqueles dias da mulherada. Mas uma coisa é certa: se a Lua fosse pro espaço, fechava o tempo na Terra. Sentiríamos saudades até da última cratera, bem ao contrário do que pensa o nosso bom e velho Wilson Martins.

.

.

Antonio Thadeu wojciechowski e Roberto Prado


.

.

lua de fazer rir
nem os meus cobertores
querem dormir

Antonio Thadeu Wojciechowski
.


..

plenilúnio

hoje a noite é de lua
cães uivam cada um pra sua
lobisomens trocam de pêlo
hospícios dobram doses de barbitúricos
mares empurram as terras mais firmes

o que uma pobre lua tem a ver com isso?
é que a lua é o anjo da guarda da Terra
cheia de si, míngua; quanto mais nova, mais cresce
assim como diante desse luar
todo este lunático papo se esquece

Antonio Thadeu Wojciechowski e Sérgio Viralobos
.


.
Luar Zen

que céu
que mar
que lua
que nada


Antonio Thadeu Wojciechowski

.
.
.

lua cheia
se lhe pões um cabo
que leque!

Buchô

.
.

a lua da montanha
gentilmente ilumina
o ladrão de flores

Issa

.
.

uma lua

existe quem tenha duas
boiando num promíscuo
céu estranho
ou três ou quatro
ou muitas de todo tamanho
ou até quem sabe mais bela
eles que fiquem com as suas
não quero outra, só ela
luz cantante, leite de sereia
simples lua e meia
a minha é aquela

Roberto Prado
.
.

nasci com olhos pra lua

eu e a lua somos assim
eu não subo, ela não desce
mas nos adoramos sim

Antonio Thadeu Wojciechowski
.

.


cem anos atrás

bate o meu coração acolá
e o seu sangue azula
seu coração bomba lá
e o meu sangue circula

às vezes olho pro céu
onde o sol não flutua
e até as nuvens, ó céus,
compõem sua figura

outras, olho pro mar
com o olho da rua
quero amor e amar
cansei de amargura

nesta manhã lunar
(o seu olhar me inaugura)
porque não aterrissar
neste que é seu, sua lua?

Marcos Prado

.
.

mundo da lua

que tudo evolua
a minha, a tua
o nosso lugar na lua
o nosso luar no mundo da lua

Antonio Thadeu Wojciechowski

.
.
lua cheia, que beleza
caminhei a noite inteira
pela redondeza
.

Antonio Thadeu Wojciechowski
.
.
Anúncios

~ por polacodabarreirinha em 18/12/2009.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: