.

Cotas de Dano

.

Sei que não sou flor que se cheire, há muito tempo.

Minhas capitanias não são hereditárias

E nem é meu o sonho céu das araucárias.

O desejo passou, caiu no esquecimento.

.

Ficou o gosto amargo, o desapontamento.

De nada adianta buscar a causa, são várias.

Mas não vou te escrever notas catilinárias

ou o inventário do mútuo padecimento.

.

Deixo pra lá minha crueldade mental.

De que me valeria agora ter razão?

Meu amor é grande demais pro meu tamanho.

.

Pode ir, vou ficando por aqui! Que tal?

A vida continua e chego à conclusão:

Hoje que me conheço bem me sinto estranho!

.

.

Antonio Thadeu Wojciechowski

.

.

.

Anúncios

~ por polacodabarreirinha em 24/03/2010.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: