SÓ VOCÊ MESMO

por que estás o dia inteiro em minha mente?
penso mil coisas, falo, faço e aconteço
não tenho tempo pra ser menos do que gente
essa burrice vem comigo desde o berço:
paixão vem a galope, basta uma resposta
e ela já não esconde o que não me mostra

feita de luz, apaga a vista e escurece
por ser calor e descoberta , calafria
igual tão diferente, ela até parece
quando à noite faz sol com luz de meio-dia
se prende, pago a pena sem haver sentença
sem ao menos saber se o crime não compensa

prisioneiro dos sons que emite, eu a imito
liberto das correntes só penso em voltar
é que aos seus olhos eu pareço tão bonito
que dá tristeza ver o espelho se quebrar
ela é o poema: tudo e mais um pouco
quando estou sóbrio mas completamente louco

olho e não posso ver, se toco não é mais
sei que me resta o coração aos sobressaltos:
a vítima que aceita os crimes e os assaltos
e sofre sem deixar de pedir bis jamais
mas tudo só porque, ao vê-la, eu existo
e no papel nem tudo ainda está escrito!

antonio thadeu wojciechowski

Anúncios

~ por polacodabarreirinha em 18/01/2012.

3 Respostas to “”

  1. Thadeu

    É quase covardia, como você língua com essa poesia como fosse só sua propriedade.

    Reverência sempre.

  2. Obrigado, David. Vc é um querido mesmo.

  3. Entao te redescobri poeta ainda! Que surpresa boa! que saudades professor querido!
    Mariza Pallu depois de 32 anos de ausencia!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: